© 2016 por P@t Estúdio  - Consultoria de negócios digitais. Hélio Couto - Todos os direitos reservados

Leia também >>>

Negociação Humanizada VII

September 13, 2016

 

Como pagarei as contas?

 

Esta é a questão que vem à mente quando a pessoa pensa em fazer uma negociação humanizada. Está para fazer uma negociação e não quer perder. Pensa que precisa ganhar.

 

A questão aqui é analisar um problema de um paradigma estando em outro. É praticamente insolúvel isso. Imagine um universo bidimensional. Existem linhas num papel e pontos dentro dos quadrados, retângulos, etc. Como um ponto poderia passar para o quadrado seguinte se as quatro linhas estão fechadas? Impossível. Mas, se o ponto soubesse que há uma terceira dimensão ele saltaria por cima da linha e pularia para o outro quadrado! A solução está em sair do paradigma vigente e olhar de cima. Olhar a partir de um outro paradigma.

 

Estamos dentro de um paradigma materialista, mecanicista e cartesiano. Tudo é analisado dentro desta ótica, mas e se olhássemos o problema a partir da quarta dimensão? Problemas insolúveis na terceira dimensão seriam facilmente resolvidos na próxima.

 

Thomas Khun escreveu o livro “A estrutura das revoluções científicas” sobre a troca de paradigma.

 

Para que a pessoa não se preocupe com o pagamento das contas e ainda ajude na negociação é preciso uma mudança de paradigma. É preciso confiar no Universo. Entregar-se. Soltar. Sentir que tudo corre para o bem de todos. Que ajudar é o melhor que se pode fazer. Embora possa não parecer no momento. As contas não serão pagas por mágica ou magia. É preciso trabalhar e produzir. Só que a intenção do universo é que todos ganhem. Se isso não acontece é porque o paradigma está distorcido. Ajustando-o na sua mente as coisas começam a mudar. Então um dia será normal ajudar.

 

Isso não pode ser forçado. A pessoa terá de sentir isso aos poucos. Mudando continuamente até ser outra pessoa. Não há necessidade de ficar preocupado se ainda não consegue isso. É apenas questão de tempo chegar lá. O conceito mental pode ser aprendido em livros, mas o sentimento só pode ser vivenciado. Da mesma forma que uma criança se joga nos braços do pai sabendo que ele irá segura-la. Ela confia cegamente e se solta. Esse é o sentimento que é preciso ter para poder negociar de forma humanizada ajudando o outro a conseguir o melhor para todos. E a forma de conseguir isso é desapegar-se do resultado. E isso implica numa mudança total de filosofia de vida.

 

Existe um fluxo de prosperidade no universo. Não precisamos lutar para conseguir isso. Já é normal e natural para todos. Quando se força, se pressiona, é que a dificuldade é criada. Para não fazer isso é preciso mudar a visão de mundo. Para isso é preciso estudar e analisar a vida. Aceitando a mudança de paradigma quando isso acontecer dentro de si.

Please reload

Posts Em Destaque

Filosofia da prosperidade I

October 17, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes

October 9, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags